Cidades

Padre Diego deixa Pracinha e Lucélia e vai assumir paróquias na região de Dracena, decide Diocese

Religioso vai dirigir duas paróquias, em São João do Pau D’alho e Nova Guataporanga.

Por: Da Redação atualizado: 5 de dezembro de 2022 | 08h18
Após cinco anos na comunidade padre Diego Luiz será transferido, anunciou a Diocese de Marília (Reprodução/Fanpage Paróquia Santa Luzia). Após cinco anos na comunidade padre Diego Luiz será transferido, anunciou a Diocese de Marília (Reprodução/Fanpage Paróquia Santa Luzia).

Como tradicionalmente ocorre, e considerando o tempo de permanência dos padres nas comunidades onde atuam, a Diocese de Marília divulgou nesta sexta-feira (11) as transferências e nomeações que ocorrerão a partir do ano que vem em suas três regiões pastorais. As mudanças estão descritas na Circular Nº 08/2022 (íntegra abaixo), com data de hoje, assinada pelo bispo diocesano Dom Luiz Antônio Cipolini.

O documento menciona mudanças que afetarão as comunidades católicas de Lucélia e Pracinha. O padre Diego Luiz Carvalho de Souza – que há cinco anos é dirigente/administrador da Paróquia Santa Luzia, de Pracinha, e vigário da Paróquia Sagrada Família, de Lucélia – deixa as duas cidades ano que vem e vai dirigir duas paróquias na região de Dracena: a Paróquia São João Batista, de São João do Pau D’Alho, e Nossa Senhora Aparecida, de Nova Guataporanga.

Repercussão

No começo da noite desta sexta-feira a fanpage da Paróquia Santa Luzia, de Pracinha, publicou sobre a transferência e publicou cópia da Circular.

Na rede social as reações dos fieis foram imediatas, repercutindo sobre os encaminhamentos diocesanos e, em especial, validando todo o trabalho pastoral realizado pelo religioso na cidade. 

(Reprodução/Fanpage Paróquia Santa Luzia).

Pracinha: como fica?

Com essa transferência, o padre Adriano Andrade, pároco em Lucélia, vai acumular o trabalho pastoral em Pracinha, onde irá dirigir a Paróquia Santa Luzia.

As datas das efetivações das mudanças não foram divulgadas, mas tradicionalmente ocorrem no início do ano.

Bispo faz agradecimentos e orientações

Na Circular, o bispo diocesano agradece a atuação dos padres em suas comunidades e o acolhimento dos religiosos às decisões superiores, dentro do que preveem as diretrizes da Igreja Católica. “Agradeço profundamente aos padres que, com disponibilidade, espírito de obediência e desapego, acolheram o pedido da Igreja para assumirem uma nova missão em nossa Diocese”, escreveu. O bispo também se dirigiu aos moradores das comunidades servidas por esses religiosos. “Aos fiéis leigos, religiosos e consagrados, fiéis colaboradores e protagonistas na ação evangelizadora, peço que acolham com carinho os padres que assumem uma nova missão”, destacou.

Ao final, o bispo diocesano procedeu as orientações protocolares a burocráticas, acerca de procedimentos administrativos que devem ser adotados. “Lembro aos párocos e administradores paroquiais que, antes de deixarem as respectivas Paróquias, providenciem para que os livros de batismo e casamento fiquem assinados e o livro tombo atualizado. A contabilidade, referente ao período de sua permanência na Paróquia deverá ser concluída e entregue ao escritório contábil”.

Reprodução da Circular:

(Reprodução).

Publicidade

Instagram