Cidades

Instituição Capaz apresenta plano de trabalho ao Conselho Municipal da Assistência Social de Lucélia

Atualmente a Capaz atende cinco empresas em Lucélia e busca expandir sua atuação na cidade.

Por: Rafael Veríssimo | Instituição Capaz atualizado: 12 de maio de 2021 | 16h37
Representantes da Instituição Capaz e do Conselho Municipal da Assistência Social de Lucélia (Divulgação/Capaz). Representantes da Instituição Capaz e do Conselho Municipal da Assistência Social de Lucélia (Divulgação/Capaz).

Na manhã desta terça-feira (27) o presidente da Capaz de Adamantina, Nelson Carlos Baraldi e a administradora da Instituição, Jaqueline Modesto Ruiz, estiveram reunidos em Lucélia com os membros do Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS).

O encontro teve como objetivo apresentar o plano de trabalho e o relatório de atividades da Instituição para a aprovação do CMAS. “Nossa missão é sempre buscar ampliar o leque de parceiros para que o trabalho que realizamos renda cada vez mais frutos em benefício dos nossos jovens e adolescentes. Já atuamos em Adamantina e Flórida Paulista, agora gostaríamos de  disponibilizar nossos serviços também à Capital da Amizade, onde já temos amigos/colaboradores. Seria um prazer trabalhar junto com o Município”, ressaltou Baraldi. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Anuncie Aqui

Publicidade

Siga Comunicação

Atualmente a Capaz atende cinco empresas no Município de Lucélia: HSTL Confecções, Indústria de Malhas Finas Highstil, Magazine Luiza, Supermercado Santa Terezinha e Yessinergy do Brasil Agroindustria. Estas parcerias mostram a suma importância de a Instituição ser em breve inscrita no Conselho Municipal da Assistência Social, o que seria mais uma grande conquista.

“Já conhecia o importante trabalho feito pela Capaz, mas foi bastante proveitosa a explanação feita pelos representantes da Capaz, coordenada com eficiência pelo Baraldi. E essa proposta de parceria com a Instituição, tanto para contribuir com o trabalho assistencial que fazemos junto aos jovens, quanto para suprir a carência de oportunidades de emprego a eles e como forma de incentivo ao comércio luceliense. Veio em tão boa hora que acreditamos que renderá muitos frutos”, enfatizou o presidente do CMAS, Valdecino de Souza Santos.

Publicidade

Instagram